070 Sexo ao Vivo, no Palheiro da Vizinha

Nunca mais vou dizer que não preciso de estudar, e ponto final.
Estou todo derretidinho, em vez de ter passado a tarde agarrado ao lápis ou a lamber a ponta do dedo para virar as páginas, a mãe mandou-me sachar e passei a tarde de enchada na mão a cuspir para o pau… Portanto a partir de agora, vai haver sempre fichas, pontos, testes, exames, orais, broches e fodas que tais, não tenho de andar por aí a dar conta do canastro!
Se ainda ao menos tivesse por lá caçado alguma incauta, mas nem nada, nem uma para eu molhar o bico ou sequer lavar os olhinhos. Esteve um dia tórrido e andei por lá sozinho, a meio da tarde fui até ao ribeiro, tirei a roupa toda e dei uns mergulhos todo nu, a água estava gelada e soube pela vida, no fim, agarrei na garrafa que estava de molho a refrescar e encostei-me a uma latada.
Cortei umas rodelas de chouriça com a naifa, que morfei junto com umas côdeas de broa, e empurrei com uns goles de tintol fresquinho. Agora o sol o sol já não fazia suar, estava-se bem ali, o ribeiro corria calmo, em cima do carvalho uma pega grasnava, e ao longe o roncar pachorrento dum motor embalava a minha preguiça, deixei-me escorregar, fiquei estendido ao comprido na erva e tirei uma sesta… muito bom mesmo.
Quando acordei estava sequinho, e teso, olhei assustado para todos os lados mas aquilo continuava deserto, fui-me vestindo mas como continuava de pau feito, aproveitei para tirar a barriga de misérias. Agarrei no pau e bati uma boa punheta, estava mesmo a precisar, deixei uma boa esporradela de langonha branca em cima das folhas da parreira.
Quando vinha de regresso a casa dei com o trator do Ti Coisinho parado na leira de baixo da quinta dos vizinhos, mas não havia por ali ninguém, o que era curioso já que o motor estava a trabalhar. Nisto vi a minha vizinha pela horta a olhar em volta com uma andamento suspeito. Para coisas estranhas estou cá eu, e como aquela senhora já me habituou a boas surpresas, escondi as minha tralhas atrás de uma sebe e parti à aventura.
Mas o que mais me intrigava era por onde andava o tratorista, não havia muito por onde procurar e isso era o que me intrigava, a casa da quinta ficava para o outro lado e ali perto não havia muito onde ir, o que ainda era mais esquisito era que o camelo nunca saía de cima do trator, nem quando vai à tasca, basta dar duas buzinadelas para lhe virem logo trazer uma fresquinha. Até já ouvi dizer que uma vez foi às meninas e que a aviou em cima do volante.
Podia o pobre coitado também ter sido acometido de uma vontade súbita de arrear o calhau, ou mudar a água às azeitonas, mas onde há fumo há fogo.
Fui cheirando com cuidado, devagar, até poder espreitar de um lado e de outro pelas frinchas, pois é só podia ser lá, no: Palheiro da Vizinha.
Lindo, muito lindo, a puta estava lá de saia arregaçada, das galochas para cima saiam umas coxas grossas à mostra coroadas por um cagueiro que é um regado, e do decote pendiam-lhe as têtas que assim soltas e ao penduro ainda pareciam bem maiores, àqueles bicos grandes só lhe faltava pingar leite para rivalizar com o ubre da vaca que mugia ao lado.
Até era de comer e chorar por mais, não estivesse ela já a gemer, apoiada nas tábuas da estrebaria a apanhar no pito por trás, bem no pito digo eu porque até podia ser no cu. O cão até parecia que não sabia foder, se calhar a barriga não deixava, e estava tão esgazeado que nem devia ver nada à frente, a cadela estava com ar de frete.
Pois então é assim que a vaca paga os serviços ao boi, com o corpo! Ela até tem uma pita gostosa, mas não sei se o pagamento compensa, e mais espantado fiquei quando vi a piça ao velhote, ou melhor pila porque aquela coisinha só devia estar a fazer cocegas nas beiças da cona.
Aqueles dois estavam a pedi-las.

Continua… claro, e como sempre, não perdem pela demora!

4 comentários:

  1. muito bom, adorei a parte das galochas, continue...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ela até pode perder a saia e as cuecas... as galochas é que não!

      Eliminar
  2. bem bom, que idade tem a vaca?

    ResponderEliminar