032 a cona toda esporrada

Hoje na escola dei com o Tareco numa posição no minimo intrigante, estava virado para a parede de pernas abertas a espreitar pela janela da cantina, cheguei perto e dei com a situação insólita de ele estar de piça tesa a tocar ao bicho enquanto falava alegremente com a Continua mamalhuda, e bem vistas as coisas o panorama não era para menos, enquanto lavava pratos ela exibia pela bata mal fechada um belo par de mamas ornamentado por umas aureolas grandes e bem castanhinhas e até se via na perfeição uns senhores bicos bem grossos que davam àquele par de mamas um aspeto muito apetitoso, o Manco também já lá tinha estado e deixou a sua marca, uma nodoa de esporra a escorrer pela parede abaixo.
Eu não me aliviei ali corri até cá e não me fiz de esquisito, fui namoriscar para o palheiro, a hora era boa e estivemos sossegados, depois de a ter presenteado com uns quantos beijos de língua, estilo novela brasileira, fui aquecendo a coisa enquanto lhe passava a mão, ela não estava com muita vontade, mas pelo menos deu para a despesa, e consegui que ela me deixasse dar uma foda de faz de conta, efiei-lhe o pau entre as pernas mas teve de ser por cima das cuecas dela, mesmo assim enterrei o mais que pude e ela acabou por ir dali com as cuecas bem esporradas.
Quem continua a seco é a minha mãe, o meu pai abalou ainda de madrugada, e eu não tardei a ocupar o lugar dele. Ontem os preparativos para a saída começaram bem cedo, quando cheguei a casa já o farnel e o jantar estavam prontos, o meu pai estava radiante, o que era uma novidade, e a minha mãe com umas trombas de meio metro, havia ali alguma coisa que cheirava a esturro e não era a comida, fomos todos para a cama com as galinhas, sem direito sequer a ver a novela na televisão, o que estranhamente não a incomodou. Preparava-me eu para pegar na minha gamada “Hot Sex” quando rebentou no quarto ao lado uma enorme discussão, resumindo: ele tinha concordado em trazer o corno manso, a paga tinha sido com o corpo (da prima dela), tudo estaria bem se ele ainda tivesse deixado algum tesão para a consular a legitima, mas o certo é que pelos vistos ele até tinha feito um bom trabalhinho mas agora nem com ela toda nuinha em pêlo e com a cona toda aparadinha ele conseguia pôr a piça em pé, e ela vai ter de ficar mais uns tempos a chuchar no dedo e com a cona a seco, e quando eu pensava que já se tinham esgotado todos os argumentos ela ainda chuta mais um: «e ainda és menino para quando andares por aí parares numa beira de estrada qualquer e te aliviares na cona da primeira puta que te aparecer na frente!», seguiram-se duas lapadas, o mais certo é uma ter sido em resposta da outra, até eu fiquei sem tesão.
Ainda a noite ia escura quando ele saiu, a ideia daquela cona sem consolo deixou-me a piça acordada, pelo menos a minha não se cansava de andar tesa, pelo que me aventurei a mudar de cama, ainda fiquei mais teso quando senti aquele corpo morno todo nu enfiado entre os lençóis, encostei-me todo a ela a esfregar o meu pau naquele rabo bem gostoso, passei a minha mão da cintura aos seios que acariciei enquanto a presenteava com uns quantos beijos no pescoço, ela estava acordada e só me disse um «olá filhote» meio ensonado, e como a minha mãezinha não ofereceu qualquer resistência eu continuei, o meu pau estava perfeitamente encaixado entre as bochechas do cu dela, e já escorria nhanha por todos os lados, era uma delicia untar-lhe assim o rego do cu, agarrei-a ainda melhor e fiz a minha mão descer até à cona dela, ela levantou a perna e abriu-se toda, passei os meus dedos pelos pintelhos curtinhos, fui até ao botãozinho, e cheguei finalmente à racha que estava completamente encharcada e toda melada, aquela cona estava toda esporrada, e ela nem sequer teve vergonha de me dizer que ele lhe tinha dado três fodas durante a noite.
Virou-se para mim e mujiu-me a piça, fiquei todo melado.

1 comentário:

  1. Mais uma vez meus parabens pelos relatos foi do melhor que lí atá á data e do que me deu mais tesão comecei a ler e só parei no ultimo , estou em pulgas para ler a continuação .
    Mais uma vez gostava de trocar ideias e experiencias se estiver interessdo ( work.3d@hotmail.com)

    ResponderEliminar